sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Seminário Profissionalização do Museólogo: 30 anos depois

Data: 9 de setembro de 2015. Local:  Sala Calouste Gulbenkian / Fundação Joaquim Nabuco. Avenida 17 de Agosto, 2187. Casa Forte. Recife, Pernambuco. Realização: Conselho Federal de Museologia; Conselho Regional de Museologia 1ª. Região 

V Encontro Internacional de Ecomuseus e Museus Comunitários


Juiz de Fora - Minas Gerais – Brasil.  Inscrições e submissão de resumos para apresentação de trabalho (pesquisa e experiências / comunicações orais e pôsteres) até dia 31 de agosto.  Notícias no site www.eiemc2015.com e facebook https://www.facebook.com/pages/V-EIEMC-Juiz-de-Fora/479200482234335

III Seminário Internacional Ciência e Museologia: Universo Imaginário: Tecnologia: Informação, Documentação, Patrimônio.



O MUSAETEC tem parcerias com a Memória do Judiciário Mineiro (MEJUD/ TJMG), o grupo de pesquisa EICIS- FACE- UFMG (pesquisa em empreendedorismo, inovação, conhecimento, inteligência e sustentabilidade). Inscrições até 14 de setembro. Submissão de trabalho até 24 de agosto. 
Detalhes para submissão, no site do evento :
 http://musaetec.com/seminario/

Seleção para Mestrado Profissional MAST.


O Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), por meio da Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Preservação de Acervos de Ciência e Tecnologia (PPACT), torna público o edital para a seleção de candidatos ao curso de Mestrado Profissional para a turma de 2016. Acesso do edital em http://www.mast.br/edital/edital_ppact_2015.pdf

Edital Conexão Cultura Brasil #negócios recebe inscrições

Estão abertas as inscrições para o edital Conexão Cultura Brasil #negócios, que selecionará empreendedores e gestores culturais do setor de museus para participarem doMuseum Connections, nos dias 20 e 21 de janeiro de 2016, em Paris, na França. O edital do Ministério da Cultura (MinC) sobre o processo foi publicado nesta terça-feira (25) no Diário Oficial da União. Os interessados poderão se candidatar até 23 de setembro por meio do Salic Web.
Museum Connections é uma feira internacional que reúne profissionais de diversas áreas ligadas à cadeia produtiva de museus, como museologia, gestão e empreendedorismo. Neste ano, o evento reuniu 170 expositores e teve mais de 4 mil visitantes.
Em desdobramento da parceria estabelecida entre o Departamento de Difusão, Fomento e Economia de Museus/Ibram e a Secretária de Políticas Culturais (SPC)/MinC, criou-se a oportunidade de inserir o setor de museus como um dos mercados estratégicos definidos pela SPC em suas ações de internacionalização da cultural brasileira, em especial, no Programa Conexões Cultura Brasil #Negócios.
O edital visa o crescimento da economia da cultura criativa, a ampliação da atuação de mercado dos empreendedores brasileiros e sua consolidação internacional. A inserção do Setor Museal nesse programa é uma oportunidade única e vem ao encontro dos objetivos do Ibram de incentivar o empreendedorismo no setor e o desenvolvimento de estratégias de sustentabilidade para os museus, particularmente quanto ao desenvolvimento de redes e a ampliação das possibilidades de atividades econômicas dessas instituições, trazendo para o topo das discussões perspectivas contemporâneas de gestão de museus.
Serão selecionados 20 candidatos, 10 ligados a museus brasileiros e 10 representantes de empreendimentos da cadeia produtiva dos museus. Não poderá participar quem já mantém propostas associadas a atividades desenvolvidas no âmbito dos museus que integram o Sistema do Ministério da Cultura.
Cada um dos contemplados receberá ajuda de custo de R$ 8.568,75 para as despesas relacionadas ao evento, como transporte, seguro de viagem, alimentação, hospedagem, pagamentos de taxas de participação no Museum Connections. O valor total do auxílio também inclui participação obrigatória na Oficina de Formação para a feira, que será realizada em Brasília na primeira quinzena de dezembro. O resultado da seleção será publicado em 30 de outubro.

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

INFORMATIVO COFEM 01/2015

CONSELHO FEDERAL DE MUSEOLOGIA – COFEM 
Criado pela Lei nº 7287 de 18/12/84 Regulamentado pelo Decreto nº 91.775 de 15/10/85 

INFORMATIVO COFEM 01/2015 

    O exercício da profissão de Museólogo é reservado privativamente aos diplomados em Bacharelado ou Licenciatura Plena em Museologia; aos diplomados em Mestrado (em sentido estrito) e Doutorados em Museologia; bem como aos diplomados em Museologia por escolas estrangeiras reconhecidas pelas leis do país de origem, cujos títulos tenham sido revalidados no Brasil. 
       Como todo Conselho de Profissão Regulamentada, o Conselho Federal de Museologia, instituído pela Lei Federal nº 7287/84, é uma autarquia federal porque exerce atividade típica do Estado (CF., art. 22, inciso XVI), não de mero interesse (hipótese das paraestatais), como já sedimentado pela mais alta Corte deste país (STF/ADI nº 1.717-6/DF). Foi instituído única e exclusivamente para realizar essa atividade de fiscalização, não outra; tampouco de interesse econômico. Na verdade, quando o Conselho Federal e Regionais de Museologia atuam, na verdade é o Estado fiscalizando, revestido na figura de Conselho. 
     É obrigatória a inscrição de Museólogo (pessoa física ou jurídica) junto ao seu respectivo Conselho Regional de Museologia, sob pena de responsabilidade (Lei Federal nº 7.287/84, art. 16). Munido da inscrição e pagas as anuidades e demais encargos, estará o profissional habilitado ao exercício da profissão de Museólogo. Do contrário, responderá perante o Conselho Federal de Museologia e o Ministério Público Federal. 
      Por não se tratar de agremiação, sociedade ou empreendimento, ao se inscrever no Conselho de Museologia o profissional não obtém direitos patrimoniais ou societários sobre a entidade autárquica, nem mesmo quando paga suas anuidades. A defesa e proteção dos seus direitos e interesses são de competência da sua entidade sindical (CF., art. 8º, incisos I a IV). 
     Como autarquia, o Conselho Federal de Museologia defende os interesses da instituição, tendo a sociedade como norte. Tanto que seu corpo jurídico será acionado inclusive em face do profissional inscrito, se infrator (Poder de Polícia), cuja inscrição poderá ser cancelada de ofício, se for o caso (CF., art. 2º e Súmula 473 do egrégio Supremo Tribunal Federal). 
       Sua única finalidade institucional é o interesse público. Circunstância a possibilitar à sociedade, por meio de representação de seus órgãos públicos (Receita Federal, Ministério Público, Poder Judiciário etc.), a localização, o histórico, a idoneidade etc. de cada profissional inscrito. Assim, como existem autarquias assistenciais (auxiliam as regiões menos desenvolvidas, como é o caso da SUDENE, INCRA etc.), previdenciárias (prestação de serviços sociais, como é o caso do INSS), culturais (dirigidas à educação e ao ensino, como é o caso da Universidade Federal de São Paulo), o Conselho de Museologia está incumbido de disciplinar e fiscalizar a profissão de Museólogo, assegurando que a sociedade não seja lesada no seu patrimônio, coibindo o mau uso da profissão ou dela (sociedade) afastando os falsos profissionais.

São Paulo, 21 de agosto de 2015.


Ana Silvia Bloise 
Presidente do COFEM

Colóquios Museológicos Ibram irá falar sobre Pesquisa Museológica

Coloquios_Agosto_18-08_11h50
Na próxima terça-feira, 25 de agosto, às 16h, o Ibram realiza mais uma edição dos Colóquios Museológicos. Neste mês, o convidado, professor doutor Marcio Rangel irá discutir a Pesquisa Museológica.
O evento é aberto ao público e terá transmissão ao vivo pelo site do Ibram. Os Colóquios são realizados na Sede do Instituto, em Brasília, que fica no Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco N. A confirmação de presença deve ser enviada para o email cerimonial@museus.gov.br;
Márcio Rangel é graduado em Museologia e mestre em Memória Social pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. É Doutor em História das Ciências pela Fundação Oswaldo Cruz/COC. Atualmente, é pesquisador do Museu de Astronomia e Ciências Afins, professor da Escola de Museologia (UNIRIO) e da pós-graduação em Museologia e Patrimônio da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/Museu de Astronomia e Ciências Afins. Tem experiência na área de museologia, com ênfase em coleções histórico-científicas, história da ciência, memória e patrimônio.

Seminário de Conservação-Restauração em Florianópolis


Estão abertas até 15 de setembro as inscrições para a participação nas oficinas da quarta edição do Seminário de Conservação-Restauração da Associação Catarinense de Conservadores e Restauradores de Bens Culturais, que ocorrerá de 5 a 7 de outubro no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. O evento tem o apoio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL). 
 
Neste ano, o tema do seminário é Tecnologias Aplicadas à Conservação do Patrimônio Cultural e a programação conta com palestras, comunicações e oficinas com profissionais da área. Para o primeiro dia do Seminário (palestras e comunicações) não será cobrada taxa de participação, já as oficinas terão o preço de R$ 100 para associados da ACCR e R$ 200 para não associados. 
 
 
Fonte: Assessoria de Comunicação FCC

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Museu Histórico de Santa Catarina promove Seminário Interno de Museologia e Interdisciplinaridade



O Museu Histórico de Santa Catarina, administrado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) com sede no Palácio Cruz e Sousa, em Florianópolis, promove a 3ª edição do Seminário Interno de Museologia e Interdisciplinaridade no dia 24 de agosto, das 15h30min às 17h. A participação é gratuita e aberta à comunidade.

O tema desta edição será o Diagnóstico dos Livros de Registro de Visitas do Museu Histórico de Santa Catarina entre 1979 a 2014, com informações sobre o público estimado que visitou o Museu desde sua fundação até dezembro de 2014. O trabalho será apresentado pela acadêmica de Museologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Rose Elke Debiazi, como resultado do estágio curricular obrigatório desenvolvido no Núcleo de Museologia do MHSC no 1º semestre de 2015, sob a supervisão do museólogo Renilton Assis e orientação da professora de Museologia Luciana Cardoso.

Serviço:

O quê: 3º Seminário Interno de Museologia e Interdisciplinaridade
Quando: 24 de agosto, das 15h30min às 17h.
Onde: Museu Histórico de Santa Catarina – Localizado no Palácio Cruz e Sousa – Praça XV de novembro, 227 – Centro – Florianópolis (SC)
Participação gratuita
Informações
: (48) 3665-6363
Fonte: Assessoria de Comunicação FCC

Encontro Internacional de Ecomuseus e Museus Comunitários recebe inscrições


Juiz de Fora, em Minas Gerais, recebe entre os dias 14 e 17 de outubro, o V Encontro Internacional de Ecomuseus e Museus Comunitários (V EIEMC). Uma programação bem diversa e de caráter híbrido – acadêmico e comunitário – está sendo preparada com o objetivo de promover trocas entre pesquisas e experiências, conhecimentos científicos e saberes populares.
 
O evento terá como tema central "Iniciativas museológicas comunitárias: construindo caminhos para o bem-viver". Em torno dele, outros três eixos temáticos irão direcionar o encontro. As inscrições podem ser feitas na página do EIEMC até 1º de outubro, que também disponibilizará, em breve, a programação completa.
 
A diretora do Departamento de Processos Museais do Ibram, Manuelina Duarte; o antropólogo José Jorge de Carvalho (UnB – Brasil); a coordenadora e fundadora do Museu da Maré, Cláudia Rose Ribeiro da Silva; o museólogo Mário Chagas (UniRio) e os internacionais Teresa Morales Lersh (UMCO/INAH – México) e Alberto Garlandini (ICOM – Itália) já estão confirmados para palestrar no V EIEMC, que contará também com mini-cursos e oficinas.
 
Site do V Encontro Internacional de Ecomuseus e Museus Comunitários - V EIEMC:  http://www.eiemc2015.com/
 
Fonte: Boletim eletrônico do Ibram

Ibram divulga os resultados da aplicação do Formulário de Visitação Anual – 2014


24.853.648. Este foi o número de visitas recebidas em 2014 pelos 883 museus que participaram da aplicação do Formulário de Visitação Anual (FAV) pelo Ibram. A pesquisa, aplicada pela primeira vez, é destinada a colher dados confiáveis e abrangentes sobre a frequência de público aos museus brasileiros e faz parte do projeto 
 
Museus&Público: Contagem.
 
Todas as regiões tiveram pelo menos um museu dentre os 100 mais visitados em 2014. 
 
Em Santa Catarina, 80 dos 241 museus identificados pelo Ibram responderam ao formulário. Destes, quatro figuram entre os 100 mais visitados do país em 2014, sendo que o Museu Aberto da Tartaruga Marinha é o único catarinense entre os cinco mais visitados da região Sul. 
 
Os resultados da pesquisa estão disponíveis na página do Ibram.
 
Fonte: e-museus - Boletim eletrônico Nº 560 Ano XII - 31 de julho a 7 de agosto de 2015

Sistema Estadual de Museus tem nova coordenação


O Sistema Estadual de Museus (SEM/SC), setor vinculado à Fundação Catarinense de Cultura (FCC), está sob nova coordenação desde segunda-feira (3 de agosto). A analista técnica em Gestão Cultural Marli Fávero, que já foi coordenadora do Sistema, volta à função substituindo o museólogo Maurício Rafael que segue na equipe. 
 
"Será uma gestão compartilhada e de continuidade", explica Marli ao se referir ao trabalho já desenvolvido nos últimos quatro anos por Maurício.
 
O SEM/SC é uma rede organizada, baseada na adesão voluntária, que reúne e articula as instituições museólogicas no Estado de Santa Catarina. Visa, principalmente, à coordenação, articulação, mediação, qualificação, fortalecimento e à cooperação entre os museus. Atualmente, reúne 191 instituições museológicas, públicas e privadas, de 100 municípios (dados de 16 de janeiro de 2015).
Fonte: Assessoria de Comunicação FCC